Fale Conosco

Doação de Óvulos

O processo de doação de óvulos no Projeto Beta segue os padrões estabelecidos pela Norma do Conselho Federal de Medicina e pela Legislação Vigente no Brasil.

Existem dois tipos de doação:

  • A doação compartilhada: tem por objetivo beneficiar tanto a paciente que doa os óvulos quanto a paciente que recebe parte dos óvulos, reduzindo, assim, os custos da doadora.
  • A doação voluntária em que a mulher procura a clínica para fazer a doação dos seus óvulos. Essa doação está de acordo com a Legislação Vigente e não tem  fins lucrativos.

 

Para realizar a doação de óvulos as candidatas devem:

  • Ter idade entre 18 a 35 anos
  • Não ter antecedentes de mal formações na família
  • Normalidade do aparelho reprodutor
  • Avaliação ginecológica
  • Avaliação psicológica
  • Ausência de doenças transmissíveis
  • Conhecer sua família (pais, avós, tios de primeiro grau e irmão(s) )

Antes de serem aceitas no programa de doação de óvulos, as candidatas submetem-se a uma avaliação clínica completa para avaliar tanto o estado de saúde quanto a fertilidade. Além de exames ginecológicos detalhados que permitem descartar a presença de cistos, miomas, pólipos e outras alterações no aparelho reprodutor. Confirma-se a ausência de doenças transmissíveis como HIV 1 e 2,  hepatite B e C,  sífilis, HTLV , Zika vírus, grupo sanguíneo , fator Rh e PCR na secreção vaginal para pesquisa de Chlamydia trachomatis  e Neisseria gonorrhoeae. Todos estes exames são repetidos conforme Legislação Vigente cinco dias antes da punção folicular.

Segundo a resolução do Conselho Federal de Medicina sobre reprodução assistida, toda  doação de óvulos é anônima e voluntária, portanto não se revela a identidade de doadoras nem de receptoras. Não obstante, mantendo o sigilo médico, sempre poderá ser proporcionada informação de interesse e importância para a saúde do bebê.